Postagens

Mostrando postagens de Março 18, 2011

O CERBCAA/PE REALIZOU EM TABIRA (PE) A PRIMEIRA OFICINA DO PROJETO DE VALORIZAÇÃO DO BIOMA CAATINGA.

Imagem
A Prefeitura de Tabira por intermédio da Secretaria de Juventude e Meio Ambiente em parceria com o COMITÊ ESTADUAL DA RESERVA DA BIOSFERA DA CAATINGA DE PERNAMBUCO-CERBCAA-PE, realizou nos dias 16 e 17 de março de 2011, no Pólo de Educação a Distância de Tabira,três oficinas muito importante sobre o Bioma Caatinga. Foram convidados 20 participantes representando diversas entidades, com especialidade para o setor da educação e dos grupos organizados. As palestras nas oficinas ficaram a cargo do Mestre em Política de Gestão Ambiental, Elcio Alves de Barros e Silva/IPA, Coordenador do CERBCAA/PE, que discorreu sobre A questão Ambiental, A Política e o Sistema Nacional do Meio Ambiente, o Sistema de Licenciamento Ambiental, A legislação Ambiental, As constituições do Brasil e dos Estados, Avaliação dos Impactos Ambientais, Objetivos do EIA, Áreas de Aplicação e Audiências Públicas. A Doutora em Botânica Rita de Cássia Araújo Pereira (IPA) discorreu sobre o tema “A Flora da Caatinga” traze…

Agricultoras de PE produzem a própria lenha.

Um projeto ajuda o meio ambiente e a vida de muitas agricultoras do sertão de Pernambuco. Elas deixaram de tirar da caatinga a lenha para cozinhar porque passaram a produzir as próprias mudas. Maria das Dores cuida com muito carinho do viveiro de plantas em Monte Alegre, município de Afogados da Ingazeira, sertão pernambucano. Ela cultiva de tudo, manga, graviola, umbu, mas boa parte da atenção é para as mudas de nim e sabiá. É com o toco dessas plantas, que crescem rápido e pertinho de casa, que ela acende o fogão para cozinhar. “Eu carregava muita lenha. Depois comprei carvão e agora melhorou muito porque eu mesma planto as mudas para tirar madeira e cozinhar no meu fogão ecológico”, disse orgulhosa a agricultora. Com a lenha sendo colhida no quintal de casa, a agricultora que antes cortava madeira na caatinga, agora ajuda a preservar o bioma. Hoje são mais de 20 mil mudas de nim e sabiá plantadas ao redor das casas, nos quintais e em roças na comunidade de Pereiros, no município de Fl…