Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011

Caatinga: Um bioma ameaçado.

Imagem
Foto: Pan Brasil
Por: Ana Karla da Silva Martins • Categorias: Eco Insight

A caatinga é o único bioma exclusivamente brasileiro, e não encontrado em nenhuma outra parte do mundo. Abrange os estados do Ceará, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte e Minas Gerais. Com Flora e Fauna riquíssimas, vem sofrendo com as queimadas ilegais e o tráfico de animais silvestres. Ele ocupa uma área de cerca de 850.000 km², o equivalente a cerca de 10% do território nacional. Com o intuito de fiscalizar e revitalizar esse bioma tipicamente brasileiro, o governo de Pernambuco por intermédio da sua assessoria de imprensa, divulgou a criação de: 71 áreas de preservação da caatinga.
O Comitê Executivo de Gestão de Unidades Ambientais fará o diagnóstico e mapeamento das áreas que irão receber as instalações. Será criado também um órgão que irá fiscalizar e identifica as diferentes realidades e atividades permitidas para cada área de proteção – como visitações tu…

Caatinga: o risco de perder bioma único no mundo.

Imagem
O bioma Caatinga, um dos mais vulneráveis e originais do mundo continua sendo devastado, segundo o Ministério do Meio Ambiente. No Ceará, em particular, houve uma diminuição no ritmo do desmatamento, em 2009, se comparado ao período 2002-2008, mas ainda assim não dá para ter tranquilidade de que essa tendência de redução permaneça. Em números absolutos foram devastados, em 2009, um total de 440,19 km², contra os 646,71 km², em média, verificados entre 2002 e 2008. Isso corresponde à soma das áreas de Fortaleza e Maracanaú juntos.Ao todo, 1.921 km² de Caatinga foram destruídos em um ano. Há quem questione que o número total seja decorrente exclusivamente da ação predatória. Aí poderiam estar incluídas áreas permitidas de manejo florestal. Talvez. Mas, isso não torna menos grave o fenômeno já que estamos lidando com um bioma único no planeta. Por se localizar no semiárido, submetido a um clima causticante e à carência hídrica marcante, seu ecossistema é mais frágil e altamente vulnerável…

Mais caatinga, menos desertificação.

Imagem
Raso da Catarina (Foto: MMA)
O bioma caatinga, uma exclusividade brasileira e quase todo nordestino, tem sido derrubado para a formação de lenha e carvão vegetal. Mas, entre 2008 e 2009, o Centro de Sensoriamento Remoto do Ibama registrou uma queda no ritmo de desmatamento na comparação com os anos de 2002 a 2008, passando a taxa anual de 0,28% para 0,23%. Segundo o Ministério do Meio Ambiente, Bahia, Ceará e Piauí são os Estados com maior supressão da mata nativa. Uma maneira de brecar ainda mais a retirada da caatinga é o estímulo a projetos de uso sustentável. A Caixa Econômica Federal (CEF) disponibilizará R$ 6 milhões para projetos de manejo florestal comunitário e familiar; de eficiência energética para os polos gesseiro e cerâmico; de fogões eficiente para as famílias do árido e semiárido dispensarem o uso da lenha na cozinha. O edital para a seleção dos projetos será publicado ainda nesta semana. Para a Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação (UNCCD) só o uso su…

É São João no Nordeste. Homenagem do Blog da Caatinga a Jackson do Pandeiro (TV Brasil).

Imagem
Um gênio da música brasileira, porém os críticos da mídia só lhe deram reconhecimento muitos anos após a sua morte. Artista verdadeiro e original. Fazia percussão com a própria voz. Paraibano cabra-da-peste!
Nasceu em Alagoa Grande, Paraíba, em 31 de agosto de 1919, com o nome de José Gomes Filho. Filho de uma cantadora de coco, Flora Mourão, que deu a ele o seu primeiro instrumento: o pandeiro. Seu nome artístico nasceu de um apelido que ele mesmo se dava: Jack, inspirado em um mocinho de filmes de faroeste, Jack Perry. A transformação para Jackson foi uma sugestão de um diretor de programa de rádio. Dizia que ficaria mais sonoro e causaria mais efeito quando fosse ser anunciado. Somente em 1953, já com trinta e cinco anos, foi que Jackson gravou o seu primeiro grande sucesso: "Sebastiana", de Rosil Cavalcanti. Logo depois, emplacou outro grande hit: "Forró em Limoeiro", rojão composto por Edgar Ferreira. Foi na rádio pernambucana que ele conheceu Almira Castilho de …

Cai o ritmo de desmatamento do bioma Caatinga.

Imagem
Cai o desmatamento do bioma Caatinga. Segundo o Centro de Sensoriamento Remoto do Ibama, o bioma perdeu 1.921 quilômetros quadrados de matas no período de 2008 a 2009. Enquanto de 2002 a 2008 a média anual era de 0,28% de área desmatada, entre 2008 e 2009 a taxa anual foi de 0,23%. Os primeiros dados do monitoramento da Caatinga sobre as áreas desmatadas até 2008 foram divulgados no ano passado. No primeiro levantamento, em 2002, foi registrado um índice de desmate de 43,7%. O número subiu para 45,4% em 2008. Uma das principais causas é a extração ilegal da mata nativa que é convertida em lenha e carvão vegetal. "É um dado melhor porque diminuiu o ritmo comparando com o período 2002-2008. Mas ainda é importante que a gente tenha iniciativas de sustentabilidade, como de manejo adequado da Caatinga, para não perder esse bioma que é único e absolutamente estratégico para a qualidade de vida do nosso País, em particular nos seus Estados", destaca a ministra do Meio Ambiente, Izabel…

Desmatamento já atingiu 48% da caatinga, diz MMA

Imagem
Foto: MMA
Levantamento divulgado nesta sexta-feira (17) pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) mostra que 1.921 quilômetros quadrados de floresta de caatinga foram desmatados no período de 2008 a 2009, o que equivalente a uma taxa anual de 0,23%. O ritmo foi um pouco menor que o registrado no período de 2002 a 2008, quando a média anual de derrubada era de 0,28%. Os Estados que mais desmataram no período 2008/2009 foram Bahia, com 638 quilômetros quadrados; Ceará, com 440 quilômetros quadrados; e Piauí, com 408 quilômetros quadrados. A área original de caatinga é de 826.411 quilômetros quadrados. De acordo com o ministério, 48% do bioma já foi destruído. Uma das principais causas do desmatamento da região é a extração ilegal de mata nativa, para ser convertida em lenha e carvão vegetal. O ministério também anunciou que vai destinar, em conjunto com o Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal, R$ 6 milhões a projetos que promovam o uso sustentável de recursos naturais no bioma, como …

Inventário mostra a cultura do vale do Rio São Francisco.

A riqueza do patrimônio é um dos maiores atrativos turísticos da região. Não há outro passeio no mundo como o a bordo do vapor Benjamim Guimarães, que completa 100 anos e continua em plena atividade.
Em Pirapora (MG), há um museu que é dedicado à memória do povo do sertão. A riqueza do patrimônio é um dos maiores atrativos turísticos da região. A arte popular é um traço forte daquele povo.
Os aspectos culturais do Vale do São Francisco foram reunidos em um inventário pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. (Fonte: Jornal Nacional)
O Brasil que margeia o Rio São Francisco, da nascente até a foz, ganhou um registro minucioso do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Foi criado um inventário das características e das manifestações culturais dos moradores. A reportagem é de Ricardo Soares. A casa simples onde viveu o vaqueiro Manuelzão, um dos personagens mais famosos de Guimarães Rosa, guarda um pedaço precioso da história do Brasil: um museu dedicado à m…

Reserva de Sergipe dá tratamento vip a aves de rapina. Parque dos Falcões abriga aves na Serra de Itabaiana, em Sergipe, há 12 anos.

Imagem
Aos 7 anos, o sergipano José Percílio Costa cismou que queria um falcão de presente. Ganhou um ovo do pai de um amigo e pôs uma galinha para chocá-lo. Tito, como foi batizado o carcará, nasceu no dia do aniversário de Percílio. Hoje, 27 anos depois, é a estrela do Parque dos Falcões, centro de preservação de aves de rapina no pé da Serra de Itabaiana, a 45 quilômetros de Aracaju.
O tratador Percílio e Tito, o carcará fêmea: parente distante dos falcões
Percílio é o idealizador e principal tratador do parque, autorizado pelo Ibama. Em 1999, ele comprou o terreno de 16 hectares com a mesada que recebia da mãe e abriu o local para visitação. No início, o lugar não tinha nem luz elétrica. Hoje, é referência no manejo, reprodução e reabilitação de cerca de 300 aves de 29 espécies, entre falcões, gaviões e corujas. O sergipano não tem ensino superior. Diz ter aprendido tudo o que sabe sobre aves observando Tito, na verdade uma fêmea, como Percílio descobriu depois. No parque, as aves adestradas…

O Rio São Francisco forma belas paisagens no encontro com o mar.

Depois de passar por três estados, o tranquilo rio se encontra com o agitado Oceano Atlântico. Além do refrescante mergulho, a região também oferece artesanatos e quitutes.

O rio São Francisco passa por cinco estados: Minas, Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe. São quase três mil quilômetros de extensão até se encontrar com o Oceano Atlântico.
Dos hotéis em Aracaju saem ônibus todos os dias. As operadoras de turismo cobram R$ 120 por pessoa e o pacote inclui transporte de ida e volta, passeio de barco e almoço. Partindo da capital de Sergipe, a viagem é pela rodovia estadual SE-100. No caminho, fica a reserva biológica Santa Isabel, maior maternidade de tartarugas da espécie oliva do país. Até as margens do rio São Francisco em Brejo Grande são 130 quilômetros. De lá sai o barco Catamarã. Quem quiser passar mais tempo na região, pode se hospedar em pousadas. A diária custa R$ 80, mas sem café da manhã. Depois de quase uma hora navegando surgem as dunas douradas. O lado da margem do rio o…

Estado de Pernambuco vai investir R$ 14,1 milhões em unidades de conservação.

Imagem
No Estado, há 66 unidades de conservação estaduais. Em 36 meses, todos os documentos das 66 unidades do bioma Mata Atlântica e de 5 do bioma Caatinga, devem estar concluídos.

Do JC Online
O governador Eduardo Campos assinou na tarde desta quarta-feira (8), decreto que cria o Comitê Executivo de Gestão do Programa de Implantação das Unidades de Conservação do Estado de Pernambuco, com um investimento de R$ 14,1 milhões. Os recursos do programa vão custear o diagnóstico, zoneamento, plano de manejo e criação de um conselho gestor que vai gerir e monitorar a implantação das unidades. A perspectiva é contratar de imediato 20 técnicos, em caráter de seleção temporária. Em 36 meses, todos os documentos das 66 unidades do bioma Mata Atlântica e de 5 do bioma Caatinga, devem estar concluídos. No Estado, há 66 unidades de conservação estaduais. Dessas, 35 são unidades de uso sustentável (18 Áreas de Proteção Ambiental (APA); 9, Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN); 8, Reservas de …

Agora vamos ouvir o Aldo Rebelo comentar o novo Código Florestal.

Da Redação

brasil@eband.com.br


O relator do novo Código Florestal na Câmara dos Deputados, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), rebateu diversos pontos que vêm sendo mal interpretados pela imprensa em relação ao projeto de lei. Entrevistado no programa Canal Livre, da Band, o deputado disse que foi feito um imenso esfoço para se fazer uma legislação que protege o meio ambiente como nenhum outro país do mundo, mas que resguarda também um patrimônio importante da nação brasileira, que é a produção de alimentos. Ele alertou que os ambientalistas não querem responder a pergunta de como alimentar 200 milhões de consumidores no Brasil: “O quilo do arroz, do frango, do feijão não faz muita diferença para a classe média alta; na receita do pobre, a mulher diz quanto foi o quilo de cada alimento”.
Lobby internacional
Rebelo esclarece que não existe a previsão de reserva legal em nenhum país europeu, nem nos Estados Unidos. “Não existe APP [Área de Proteção Permanente] no país do Greenpeace, a Holand…

População de onças na Serra da Capivara no Piauí surpreende a UnB.

Imagem
Pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB) descobriram que a população de onças na Serra da Capivara, no Piauí, alcança 2,67 indivíduos para cada 100 km². O índice é semelhante a medições feitas na Amazônia (2,84 indivíduos para cada 100 km²) e superior aos encontrados no Cerrado (2,00 indivíduos para cada 100 km²) e na Mata Atlântica (2,22 indivíduos para cada 100 km²). A informação muda paradigmas, pois, até aqui, se acreditava que a sequidão da caatinga dificultava o estabelecimento de populações de onças no local. “Acreditávamos que as características ambientais e climáticas da Caatinga eram pouco favoráveis às onças”, explica o biólogo Samuel Astete, autor do trabalho, que usou “armadilhas” fotográficas para flagrar o maior predador das Américas. O professor Jader Marinho, orientador da pesquisa, explica que a descoberta é uma boa notícia: “A presença de onças é um indicador de que há uma região tão rica e bem conservada a ponto de manter uma população densa de um predador car…

Mais proteção para a caatinga. O CERBCAA/PE participou dos estudos.

Imagem
Estado vai criar 13 novas unidades de conservação, aumentando área de reserva do bioma exclusivo do Brasil. (Foto Chapada do Araripe - Setur)
Apenas 0,7 da caatinga, em Pernambuco, está protegida. Aumentar esse percentual para 3,8% é o que propõe a Secrataria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), que concluiu na última sexta-feira (03.06) uma lista com 13 novas unidades de conservação, totalizando 270 mil hectare. O número ainda está longe do indicado pelos cientistas, que recomendam a proteção de 10% de ada bioma, mas não deixa de ser uma notícia animadora na Semana do Meio Ambiente. Há quatro unidades de conservação federais no Estado, que totalizam 68,4 mil hectares. "Com a criação de mais 13, ainda não alcançaremos a meta de 10%, mas a área protegida será quatro vezes maior", detalha o superintendente técnico da Semas, Leslie Tavares. As existentes são a Floresta Nacional Negreiros (3 mil hectares), Rserva Biológica Serra Ngra (1,1 mil hectares), Parque Nacional do …

Biogás reduz consumo de lenha na caatinga.

Imagem
A experiência, implantada em dois municípios, tem poupado a caatinga - único bioma exclusivamente brasileiro - e contribuído para reduzir o aquecimento global

Família de agricultores de Afogados da Ingazeira, no Sertão de Pernambuco, transformam estrume em gás para ser usado na cozinha, por meio de um biodigestor. Gilmar Galdino Genezio abastece o bio digestor com as fezes do gado. O vídeo acima mostra as principais etapas de funcionamento do biodigestor da propriedade de Seu Gil e Dona Maria da Paz, em Afogados da Ingazeira, no Sertão de Pernambuco, a 386 quilômetros do Recife. O equipamento transforma o esterco do gado em biogás. Na região, há oito experiências do tipo. A principal vantagem é a redução do desmatamento da caatinga, uma vez que a lenha ainda abastece muitos fogões da região. Em tempo: a caatinga, único bioma exclusivamente brasileiro, não tem a mesma proteção legal da Mata Atlântica, Amazônia e Pantanal. E, como a ciência tem revelado, é também rica em biodiversidade e s…

Projeto ameniza impactos ambientais durante obras de transposição do Rio São Francisco.

Os animais que vivem na área onde estão sendo feitas as obras de transposição do Rio São Francisco ganharam um novo abrigo até que possam voltar para a natureza. O projeto foi criado para amenizar os impactos ambientais. (Fonte:Globo Rural)

Frutas cultivadas no vale do São Francisco ganham mercado fora do país.

Imagem
Lagoa Grande (PE), Jaíba (MG) e Casa Nova (BA) – O Rio São Francisco, “sangue que corre no corpo da terra”, como definiram Geraldo Azevedo e Clóvis Nunes na música Opara, muda a paisagem do semiárido do vale. Terras castigadas pelo sol se transformam em uma espécie de oásis da fruticultura e do vinho de boa qualidade, que cria empregos para famílias carentes e começa a fazer diferença nas exportações brasileiras. A irrigação garante a produtores de Pernambuco e da Bahia safras de uvas apreciadas fora do Brasil. A água levada em canais até o Norte de Minas, numa espécie de minitransposição, também abre caminho para que a manga e o limão conquistem mercados na Europa.
Saiba mais...
Febre dos produtos asiáticos se espalha e chega ao São Francisco Artesanato, pesca e agricultura ainda garantem sustento a famílias ribeirinhas Investigação do TCU e revitalização do Velho Chico estão no caminho da transposição A importância do São Francisco para a fruticultura e a produção de vinhos no país é o…