Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2009

Saída para a caatinga é o umbuzeiro

Imagem
Umbuzeiro a árvore sagrada

Reflorestamento compreende o Sertão de Pernambuco e da Bahia, que já receberam quatro mil plantas enxertadas. Frutos serão colhidos em até 20 anos
Uma caderneta de poupança. É assim que o agrônomo Francisco Pinheiro, da Embrapa Semi-Árido, define o reflorestamento da caatinga com umbuzeiros, iniciado em outubro no Sertão de Pernambuco e da Bahia. “Os frutos os agricultores só vão colher daqui a 15, 20 anos, mas serão bem grandes”, explica o pesquisador.
Das cinco mil mudas produzidas na unidade de pesquisa para o projeto, quatro mil já foram plantadas. São pés de umbu enxertados. A técnica, uma espécie de clonagem, permite a transferência para a planta base de características de um exemplar resultante de melhoramento genético convencional.
No caso do umbu utilizado para a produção das mudas enxertadas pela Embrapa Semi-Árido, com sede em Petrolina, o maior peso é a principal característica desejada. Enquanto um fruto de um umbuzeiro nativo pesa 18 gramas, o de u…

Ongs cobram ações imediatas do governo para enfrentar mudanças climáticas

Imagem
Organizações não governamentais ambientalistas ligadas a questões climáticas vão apresentar um manifesto cobrando ações imediatas do governo para reduzir as emissões brasileiras de gases de efeito estufa e garantir resultados na negociação global sobre um novo acordo para complementar o Protocolo de Quioto, marcada para dezembro em Copenhague, na Dinamarca. O grupo, batizado de Observatório do Clima, organiza hoje um debate com representantes do governo, do Congresso Nacional e da sociedade civil para discutir os instrumentos adotados pelo Brasil para enfrentar as mudanças climáticas e o andamento da negociação internacional que deverá ser concluída em Copenhague. Entre as reivindicações está a implementação de medidas efetivas do Plano Nacional de Mudanças Climáticas, inclusive com a definição de metas de redução para o desmatamento de biomas como o cerrado e a caatinga. A versão atual do plano só prevê metas para a Amazônia. Leia também: Minc pede desculpas aos ruralistas

Dia Mundial de Combate à Desertificação

Imagem
O efeito da desertificação na região de Gilbués, a 797 km ao sul de Teresina (PI), é devastador. São 769.400 hectares de processo acelerado de erosão (Fonte: SOS Rios do Brasil)
Segundo o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, o Nordeste pode perder um terço de sua economia com o aumento da temperatura até o fim do século. O momento é de investir em alternativas sustentáveis de desenvolvimento, no gerenciamento dos recursos hídricos e em ações como a redução do uso de mata nativa da Caatinga para a produção de carvão.O povo nordestino já convive com a desertificação e o problema começa a ser agravado pelo aumento da temperatura do Planeta, provocado pelas mudanças climáticas globais. O alerta é resultado da reunião que marcou ontem o Dia Mundial do Combate à Desertificação, em Fortaleza-CE. Durante o encerramento do evento, o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, destacou a necessidade de governos estaduais e federal adotarem medidas urgentes, para que as quase 18 milhões de pessoas…

Novas espécies de anfíbios são encontradas na caatinga em Pernambuco

Imagem
Pererecas e Rãs - Foto: Bico do Corvo

Duas pererecas e duas rãs foram descobertas em Orocó e Petrolândia, no Sertão, em levantamento feito por bioólogo da Universidade Federal de Pernambuco em áreas que deveriam ser preservadas. Quatro espécies de anfíbios nunca antes registradas em Pernambuco foram encontradas na caatinga. A pesquisa da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), foi realizada em reservas legais, área correspondente a 20% das propriedades rurais que, por lei, devem ser preservadas. Segundo o autor do estudo, há registros de 50 espécies na caatinga de anfíbios anuros, aqueles que não têm cauda. "Trata-se do bioma brasileiro menos amostrado e o com o menor número de localidades estudadas, sobretudo no âmbito do Estado de Pernambuco", afirma o biólogo Arnaldo Magalhães. Além de registrar as espécies de anfíbios anuros nas duas localidades, o pesquisador analisou a atividade vocal das rãs e pererecas. Os dados foram obtidos entre janeiro de 2006 e 2007, em seis ex…

Especialistas falam sobre uso sustentável de florestas e de experiências bem-sucedidas na Caatinga durante a Semana do Meio Ambiente.

Imagem
Palestras em PE defendem manejo florestal

Desenvolver a sustentabilidade dentro da Caatinga, fortalecendo também parcerias que visem à divulgação do Manejo Florestal nos demais Estados do Nordeste e entre a população. Este foi um dos temas defendidos pelo técnico do Projeto de Conservação e Uso Sustentável da Caatinga, o engenheiro florestal Francisco Barreto Campello, na palestra ministrada no auditório da Livraria Cultura, em Recife-PE, na Feira de Conservação e Uso Sustentável da Biodiversidade, durante a 20ª Semana do Meio Ambiente do IBAMA, com o apoio do PNUD (Programa das Nações Unidas). O engenheiro, junto com Edvalda Aroucha, falou sobre manejo sustentável e conservação na caatinga.
“O manejo florestal é de fundamental importância para ensinar a maneira correta de utilizar e aproveitar a madeira, conservando a biodiversidade e mantendo os serviços ambientais, além de ser a melhor forma de manter agricultores e suas famílias dentro das comunidades e no campo, já que o uso da len…

Dia do Meio Ambiente em Pernambuco: Sancionada Lei que cria o Sistema Estadual de Unidades de Conservação (SEUC)

Imagem
No Palácio Campo das Princesas Governador sanciona lei (Foto Evane Manço)

Em solenidade realizada nesta sexta-feira (05.06), data comemorativa ao Dia Mundial do Meio Ambiente, o governador Eduardo Campos sancionou a lei instituindo o Sistema Estadual de Unidades de Conservação (SEUC); assinou o decreto que institui o Programa da Agenda Ambiental na Administração Pública de Pernambuco (A3P-PE), criou o Comitê Gestor Estadual do Programa; e recebeu do secretário de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente do Estado, Aristides Monteiro Neto, o Anteprojeto de Lei da Política Estadual de Combate à Desertificação e de Mitigação dos Efeitos da Seca para ser encaminhada à Assembléia Legislativa de Pernambuco. (Foto: Evane Manço). O governador destacou a importância do SEUC para o Estado que vai nortear ações ambientais voltadas para a criação de unidades de conservação. “Em tempos de crise e fenômenos ambientais extremos a sociedade enxerga a necessidade de mudar posturas e realizar ações concreta…

Minc defende aprovação da PEC do Cerrado e Caatinga

Imagem
Fotos: Vale do Catimbau - Renata Pires

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, disse que é a favor da PEC que inclui o Cerrado e a Caatinga entre os biomas considerados patrimônio nacional (PEC 115/95). "Essa é uma posição do governo brasileiro", disse Minc, em audiência pública da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara.Segundo o ministro, a aprovação da proposta é necessária porque "as pessoas vêm passando o trator em cima do Cerrado". Em relação à Caatinga, ele ressaltou a singularidade do bioma e disse que é dever dos brasileiros defender a sua preservação.Minc rebateu críticas de que a PEC engessaria a agricultura, já que haveria um zoneamento ecológico- econômico (ZEE) na região. "Transformar em patrimônio não resolve tudo, mas é um passo", afirmou.O ministro informou que, atualmente, apenas 8% da Caatinga é área protegida, sendo 1% de proteção integral e 7% de uso sustentável. No Cerrado, são 9% de área protegida (2% de …