Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2008

Caatinga está sendo destruída mais rápido do que a Amazônia

Imagem
Caatinga- Foto: José Leomar

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, disse hoje (29), no lançamento do Mapa das Unidades da Caatinga em Terras Indígenas, que o bioma é um dos mais ameaçados, menos estudados e menos protegidos do país.
Na ocasião, foi assinado um plano de ação entre o Ministério do Meio Ambiente, a Fundação Chico Mendes e a organização não-governamental The Nature Conservancy (TNC) para promover a criação e a consolidação de unidades de conservação na caatinga, a seleção de áreas prioritárias à conservação desse bioma e a elaboração da lista de regiões onde serão feitos estudos até dezembro de 2010.
“O mundo inteiro se preocupa com a Amazônia, nós também nos preocupamos com a Amazônia, mas a caatinga e o cerrado têm pouca proteção. A caatinga está sendo destruída num ritmo mais acelerado que a Amazônia. Eu não quero que daqui a alguns anos o que restou de caatinga vire deserto”, afirmou Minc, referindo-se ao dado de que 62% das áreas com tendência à desertificação estão …

Comitê da Caatinga apresenta seu Plano de Ação 2008-2010

Imagem
Foto: Estrada na Serra - Wagner Guerreiro




PLANO DE AÇÃO DO COMITÊ ESTADUAL DA RESERVA DA BIOSFERA DA CAATINGA – PERNAMBUCO 2008/2010

AÇÕES- METAS - CRONOGRAMA- RESPONSÁVEL


1- Fortalecimento Institucional
- Alterar decreto de criação do CERBCAA-PE
- Adaptar Regimento Interno ao novo decreto
-Utilizar mídia eletrônica
-Aprofundar o conhecimento dos objetivos, metas e ações do Comitê.
- Conseguir participação no CONSEMA e outros fóruns ambientais do Estado.
- Criar sub-comitês por micro região
Cronograma: Até dezembro de 2008.
- Coordenação se inteirar do Plano estratégico da RBMA e do Conselho Nacional da RBCAA
- Iniciar discussão nas reuniões do Comitê no primeiro semestre de 2009
Responsável: Coordenação
2- Ações de visibilidade do Comitê Estadual e da Biosfera
- Interiorizar reuniões do Comitê
Cronograma: A partir do 1º Semestre de 2009
Responsável: Coordenação
3- Levantamento da situação das UC´s da caatinga de PE.
- Conhecer todas as UC´s do bioma Caatinga de Pernambuco(elaborar quadro de informações…

CERBCAA/PE promoverá sua XIII Reunião Ordinária

Imagem
Com o apoio da Fundação Joaquim Nabuco, o Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Caatinga-CERBCAA/PE se reunirá no próximo dia 29/10 (quarta-feira) na sala Aluísio Magalhães, conforme pauta abaixo.

PAUTA DA XIII REUNIÃO ORDINÁRIA

Data: 29 de outubro de 2008 (quarta-feira)
Horário: 9h às 16h
Local: FUNDAJ-Sala Aloísio Magalhães – Rua Henrique Dias, 609, Derby - Recife (PE).

Assuntos

1. Abertura: Elcio Barros – Coordenador do CERBCAA/PE;
2. Leitura da Ata da XII Reunião Ordinária – Marcelo Luiz C. Teixeira - Sec. Executivo;
3. Pequenos Informes – Participantes;
4. Palestra: Saneamento Ecológico: Uma Alternativa Sustentável – Dr. Ronaldo Faustino – CEFET:
5. Avaliação do I Seminário sobre Criação de RPPNS;
6. Proposta para Posto Avançado da RB da Caatinga;
7. Discussão sobre o ICMS Socioambiental de PE;
8. PEC (Proposta de Emenda Constitucional) da Caatinga;
9.Mudanças no Regimento Interno do CERBCAA-PE – Inicio de Discussão
10 - Encaminhamentos;
11. Encerramento.

Elcio Barros
Coordenador do CERBCAA/PE …

Devastação na caatinga é monitorada com imagens de satélite

Imagem
Região de caatinga
A caatinga sofreu em 28 anos redução de 82,81% em Araripina, no Sertão de Pernambuco, segundo pesquisa. O levantamento, com base em imagens de satélite, mostra que, dos pouco mais de 93 mil hectares existentes em 1973, restavam apenas 51 mil em 2001.O agrônomo Joadson de Souza Santos, que apresentou o resultados em dois eventos científicos - o 2º Congresso Nordestino de Ecologia e o Geonordeste 2006 - pretende agora fazer o monitoramento semestral da vegetação de Araripina, com 1.847 quilômetros quadrados.Para isso, precisa de financiamento para a aquisição, a cada seis meses, de uma imagem de satélite. Os equipamentos para acompanhar a evolução do desmatamento no lugar incluem ainda um laptop, um aparelho GPS e uma câmera digital. O objetivo é emitir boletins semestrais sobre o desmatamento. Outra recomendação do trabalho de mestrado é a seleção de áreas prioritárias para recuperação da vegetação nativa. "É necessário ainda recuperar as microbacias, também impa…

Acordo para criação de novas unidades de conservação na Caatinga

Imagem
O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) vai firmar um plano de ação em parceria com a Secretaria de Biodiversidade e Flores do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e a organização não-governamental The Nature Conservancy (TNC) para promover a criação e a consolidação de unidades de conservação no bioma Caatinga. A assinatura do plano de ação ocorrerá no dia 29 de outubro, no Conjunto Cultural da República, na Esplanada dos Ministérios. Na ocasião, haverá o lançamento do Mapa das Unidades de Conservação e Terras Indígenas da Caatinga e a publicação da obra “Caatinga: conhecimentos, descobertas e sugestões para um bioma brasileiro”, cujo objetivo é divulgar o bioma e promover o aumento de sua área protegida. O evento é coordenado pelo Núcleo do Bioma Caatinga e da Secretaria de Biodiversidade e Florestas do MMA em parceria com a TNC. A Caatinga é um bioma exclusivamente brasileiro e o principal da Região Nordeste. Ela ocupa mais de 10% do território nacional (844…

Uso sustentável da biodiversidade

Imagem
A Codevasf e a Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe), por meio do Centro Internacional de Negócios, realizam seminário de lançamento do projeto: "O uso sustentável da biodiversidade como um diferencial na estratégia de internacionalização de micros e pequenas empresas", na quinta-feira (16), às 17h, no auditório da Superintendência Regional da Codevasf, em Petrolina (PE). O objetivo é estimular o desenvolvimento da agricultura orgânica, com destaque para o cultivo da Aloe Vera – conhecida no Brasil como babosa - e da fruticultura de uma maneira geral, diversificando e agregando valor aos produtos exportados pelo Vale do São Francisco. O seminário é aberto a todos os produtores e cooperativas agrícolas da Região, inclusive dos Perímetros Irrigados do Sistema Itaparica, em Pernambuco e Bahia, que tiverem interesse em produzir orgânicos e conhecer as propostas do uso sustentável da biodiversidade. O projeto, que terá duração de quinze meses, é financiado pela…

Projetos de educação ambiental buscam o desenvolvimento sustentável e a mudança de imagem do bioma.

Imagem
Conforme divulgamos, no próximo dia 16 de outubro de 2008 (quinta-feira) a partir das 08:00 horas na Câmara de Vereadores da cidade de Serra Talhada (PE) será realizado o I SEMINÁRIO PARA CRIAÇÃO DE RESERVA PARTICULAR DO PATRIMÔNIO NATURAL (RPPNS). A matéria que publicamos hoje no blog é oportuna para este tema e mostra a importância da criação de RPPNS na área de caatinga.

Quando se fala de Caatinga, logo vêm à mente imagens de um solo rachado e castigado pela seca e de bois sofrendo sem ter o que comer ou beber.
Esse cenário é o mais forte estigma desse bioma brasileiro. A Caatinga, que cobre dez estados e está quase totalmente no Nordeste, é muito mais que a imagem popular. Abriga grandes áreas verdes e um rica diversidade de animais, sobretudo pássaros e mamíferos. E como nos outros biomas do País, sua biodiversidade corre risco de extinção, após séculos de exploração pelo ser humano.
Com 844.453 km² (quase 10% do território brasileiro),a Caatinga tem hoje sua área vegetal reduzida a…

Ambiente preservado evita invasão do bioma caatinga pela algarobeira

Imagem
Algarobeira: Espécie exótica invadindo o bioma caatinga

A degradação da caatinga é que facilita a invasão da algarobeira no sertão. Nas áreas onde o ecossistema natural está preservado, a espécie, que é exótica, não consegue se dispersar de forma indiscriminada e ocupar o espaço da vegetação nativa, mesmo nos locais mais úmidos, a exemplo das áreas de matas ciliares e de galerias. Esta é uma das conclusões da tese de doutorado - Comportamento invasor da algarobeira (Prosopis julifora) (Sw) DC. nas planícies aluviais da caatinga - defendida este ano pelo pesquisador Clóvis Eduardo de Souza Nascimento, da Embrapa Semi-Árido, junto ao Departamento de Biologia Vegetal da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).Neste estudo, ele analisou o comportamento da algarobeira em 10 áreas dos municípios de Petrolina e Dormentes, em Pernambuco, e Juazeiro e Jaguarari, na Bahia. Em cada uma delas, coletou informações de três ambientes contínuos, a partir da margem de rio/riacho, que o pesquisador no…

Comitê propõe ampliação em sua composição

O Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Caatinga-CERBCAA/PE foi criado pelo Decreto nº 27.934, de 18/05/2005, do Governo do Estado, e em busca do seu fortalecimento institucional propõe uma nova composição, passando dos atuais 14(quatorze) para 32(trinta e dois) membros. Leiam abaixo a Minuta do Decreto entregue hoje pelo Coordenador Elcio Alves Barros à SECTMA - Secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente. Caso queiram, deixem seus comentários. MINUTA
DECRETO Nº 00000, de ____ outubro de 2008.

Altera e acresce dispositivo ao Decreto Nº. 27.934 de 2005, que criou o Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Caatinga no Estado de Pernambuco.
O Governador do Estado de Pernambuco, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 37, incisos II e IV da Constituição Estadual.
DECRETA:

Art. 1º - O artigo 4º do Decreto 27.934, de 18 de maio de 2005, passa a vigorar com a seguinte redação:
“Art. 4º O Comitê da Reserva da Biosfera da Caatinga no Estado de Pernambuco - CRBCAA/PE compre…

Desertificação afeta a produção de lenha

Imagem
A desertificação afeta a produção de lenha, revela estudo da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). O levantamento, feito no Sertão do Seridó, no Rio Grande do Norte, mostra que a quantidade de madeira é cinco vezes menor em regiões de solo degradado da caatinga.
Segundo dados do Programa das Nações Unidades para o Desenvolvimento (Pnud), um hectare da vegetação preservada do Semi-Árido fornece até 260 metros cúbicos de lenha. “Numa área com as mesmas dimensões, mas impactada, a quantidade é de 52 metros cúbicos”, diz o coordenador do estudo, o engenheiro agrônomo Luciano Accioly, da Embrapa-Solos.
O processo de desertificação, lembra ele, é provocado pela degradação do solo em conseqüência do manejo inadequado de atividades humanas como a agricultura, a pecuária e a industrial consumidora de lenha. “O solo fica empobrecido”, resume. A produção de lenha é maior em áreas que nunca sofreram corte ou que, após utilizadas, passam pelo menos 40 anos intocadas. Esse é o tempo …

I SEMINÁRIO PARA CRIAÇÃO DE RESERVAS PARTICULAR DO PATRIMÔNIO NATURAL (RPPN)

Imagem
O Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Caatinga - CERBCAA/PE, o Ibama/PE e o Instituto Chico Mendes, o CENTRASS e a Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UAST) vinculada a Universidade Federal Rural de Pernambuco realizam, na quinta-feira (16/10), na cidade de Serra Talhada (PE), o "I Seminário para criação de reservas particular do patrimônio natural (RPPN)." Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) é uma categoria de unidade de conservação criada pela vontade do proprietário rural, ou seja, sem desapropriação de terra. No momento que decide criar uma RPPN, o proprietário assume compromisso com a conservação da natureza.Além de preservar belezas cênicas e ambientes históricos, as RPPNs assumem, cada vez mais, objetivos de proteção de recursos hídricos, manejo de recursos naturais, desenvolvimento de pesquisas cientificas, manutenção de equilíbrios climáticos ecológicos entre vários outros serviços ambientais. Atividades recreativas, turísticas, de educação e pesqui…