Postagens

Mostrando postagens de Junho 13, 2011

Reserva de Sergipe dá tratamento vip a aves de rapina. Parque dos Falcões abriga aves na Serra de Itabaiana, em Sergipe, há 12 anos.

Imagem
Aos 7 anos, o sergipano José Percílio Costa cismou que queria um falcão de presente. Ganhou um ovo do pai de um amigo e pôs uma galinha para chocá-lo. Tito, como foi batizado o carcará, nasceu no dia do aniversário de Percílio. Hoje, 27 anos depois, é a estrela do Parque dos Falcões, centro de preservação de aves de rapina no pé da Serra de Itabaiana, a 45 quilômetros de Aracaju.
O tratador Percílio e Tito, o carcará fêmea: parente distante dos falcões
Percílio é o idealizador e principal tratador do parque, autorizado pelo Ibama. Em 1999, ele comprou o terreno de 16 hectares com a mesada que recebia da mãe e abriu o local para visitação. No início, o lugar não tinha nem luz elétrica. Hoje, é referência no manejo, reprodução e reabilitação de cerca de 300 aves de 29 espécies, entre falcões, gaviões e corujas. O sergipano não tem ensino superior. Diz ter aprendido tudo o que sabe sobre aves observando Tito, na verdade uma fêmea, como Percílio descobriu depois. No parque, as aves adestradas…