Postagens

Mostrando postagens de Março 16, 2010

Não há mais tempo a perder. É urgente preservar a caatinga.

Imagem
Caatinga: Foto Hugo Macedo
Único bioma de ocorrência exclusiva no Brasil, que já ocupou 10% do território nacional, a caatinga experimenta um processo acelerado de desmatamento – que pode significar a desertificação do Semiárido nordestino. Com 510 espécies de aves e 148 de mamíferos, a caatinga padece da ausência de uma política clara de conservação, que estanque o processo de desflorestamento e ajude a impedir a formação de um deserto em pleno Nordeste, ameaça concreta diante do aquecimento global do clima no planeta. Quase dois terços da área sob risco de desertificação no Brasil estão na caatinga, que já teve, a exemplo do cerrado, aproximadamente metade de sua extensão, que é de 826 mil km², destruída. Graças ao primeiro balanço resultante do monitoramento por satélite, foi detectado o sumiço, entre 2002 e 2008, de uma área com três vezes o tamanho do Distrito Federal – pouco mais de 16,5 mil km². O ritmo é semelhante ao do desmatamento da Amazônia, com consequências graves, já qu…