Arara da caatinga pernambucana ameaçada de extinção é novo morador de parque zoobotânico em Petrolina


Imagem mostra arara-canindé, espécie que passa a
habitar o zoo de Petrolina - (Foto arquivo JC)


As instalações do parque zoobotânico do 72o Batalhão de Infantaria Motorizado (72 BI Mtz) em Petrolina, Sertão do Estado, contam agora com mais um morador: trata-se de um filhote de arara-canindé, também conhecida como arara de barriga amarela, uma espécie ameaçada de extinção. Agora, são cinco aves desta espécie na unidade militar que fica no sertão pernambucano. De acordo com informações do setor de Relações Públicas do 72 BI, o nome da nova arara-canindé deverá ser escolhido através de enquete junto à população. A arara-canindé chega a medir até 90 centímetros e se caracteriza por ter uma plumagem azul nas asas e amarelo na parte do ventre. Costumam voar aos pares ou em grupos e quando chegam na época reprodutiva formam casais que ficam juntos durante toda a vida.
O parque zoobotânico do 72 BIMTz foi implantado há três anos e abriga espécies animais e vegetais nativos do bioma caatinga. São 22 cativeiros com cerca de 25 espécies de mamíferos, aves e répteis. Os animais são encaminhados à unidade militar após apreensões feitas por órgãos como Ibama, Corpo de Bombeiros, Polícias Militar e Federal.
A proposta do parque zoobotânico é preservar espécies ameaçadas de extinção, bem como fomentar uma atividade de educação sócio-ambiental junto a diversos segmentos da sociedade. A visitação pública acontece diariamente nos turnos da manhã ( 8h às 11h) e tarde ( 14h às 17h).
(Fonte: Roseane Albuquerque - Do Núcleo SJCC/Petrolina)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Rio São Francisco - A extinção da caatinga (ESTUDO)

O risco da caatinga virar um deserto"A vegetação típica do Nordeste está literalmente sumindo do mapa