Álbum de figurinhas sobre a Caatinga



Elaborado pelo professor Luiz Antônio Gomes Santos, o Projeto Mata Branca (caatinga em tupi-guarani) lança um Álbum de Figurinhas, sobre o Bioma Caatinga, que começou a ser distribuído em 29.03 para alunos do de escolas da rede pública de seis municípios (Tauá, Crateús, Novo Oriente, Independência, Parambu e Quiterianópolis) da Região dos Inhamuns, onde há intervenção direta das ações do projeto que visa a preservação daquele bioma.
Trata-se de uma maneira didática de levar ao educando a riqueza da Caatinga, único bioma encontrado, exclusivamente, no Nordeste brasileiro. A ideia do álbum foi desenvolvida por um grupo de técnicos do Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam), capetaneado pela presidente, em exercício, Maria Tereza Bezerra Farias Sales.
O álbum é composto por 144 figurinhas e traz, além das fotos de espécies da flora e fauna existentes na Caatinga, ações desenvolvidas pelas comunidades assistidas pelo Projeto Mata Branca, mediante arranjos produtivos. A educação ambiental é objeto de enfoque das figuras, bem como um quadro dedicado ao mapeamento dos sítios arqueo-paleontológicos.
No álbum, também não foram esquecidos personagens cearenses que ajudaram na preservação do meio ambiente e na difusão do bioma ameaçado de extinção. Assim, a última página é dedicada aos ambientalistas cearenses, de renome internacional, como o poeta Patativa do Assaré, e ao ícone da Região dos Inhamuns, pioneiro na defesa da região e quem iniciou o trabalho de preservar o rico acervo paleontológico do sertão dos Inhamuns: Joaquim de Castro Feitosa.
A importância e os benefícios do álbum foram, ainda, detalhados pela presidente do Conpam. “Nós encontramos uma maneira prática de disseminar o projeto Mata Branca para as crianças que muitas vezes não conhecem as ações do projeto que estão sendo realizadas na região e nem mesmo as belezas da Caatinga. O álbum de figurinhas já é uma realidade deles, então, assim, fica fácil apresentar o bioma para a garotada”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O risco da caatinga virar um deserto"A vegetação típica do Nordeste está literalmente sumindo do mapa

Rio São Francisco - A extinção da caatinga (ESTUDO)