Caatinga ganha reserva estadual. Propriedade é rica em fauna e flora e já pertence ao governo do Estado.



Unidade de Conservação de Serra Talhada (PE) - Fotos: SEMAS

A Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) pretende transformar uma área de aproximadamente 300 hectares de caatinga numa unidade de conservação estadual. A reserva será na Fazenda Saco, em Serra Talhada. "Pernambuco tem 67 unidades de conservação estaduais, nenhuma delas nesse bioma", justifica o secretário, Sérgio Xavier. Todas as áreas protegidas estaduais são no domínio da Mata Atlântica.
A propriedade já pertence ao governo do Estado. Abriga uma estação experimental do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA). Fica próxima aos campi de duas universidades: a UFRPE e a UPE.
Na avaliação do secretário executivo de Meio Ambiente, Hélvio Polito Filho, a localização potencializa a vocação da área para a pesquisa científica. Há estudantes que já utilizam a propriedade para estudos.
A Semas ainda não sabe que tipo de unidade de conservação será criada. O Sistema Estadual de Unidades de Conservação da Natureza (Seuc) estabelece duas classes: de proteção integral e de uso sustentável.
A primeira, que prevê a preservação da natureza com uso indireto dos recursos naturais, conta com cinco categorias: reserva biológica, estação ecológica, parque estadual, monumento natural e refúgio de vida silvestre.
A segunda, que compatibiliza a conservação da natureza com o uso sustentável de parte de seus recursos naturais, tem oito tipos: área de proteção ambiental, área de relevante interesse ecológico, floresta estadual, reserva estadual de fauna, reserva de desenvolvimento sustentável, reserva de floresta urbana, reservas extrativistas e reserva particular do patrimônio natural.
Como a categoria reserva ecológica não está prevista no Seuc, instituído em 8 de junho de 2009, o governo deve reclassificar as 32 unidades de conservação desse tipo. A proposta será apresentada hoje, em reunião aberta ao público no auditório da Secretaria de Ciência e Tecnologia, no Bairro do Recife.

Comentários

  1. Francisco Barreto Campello17 de abril de 2011 12:35

    Fico feliz com essa iniciativa.

    Seria interessante que o decreto de criação fosse no Dia da Caatinga.

    Também torço para que todas as considerações previamente debatidas sejam levadas em connsideração no momento de definir a Categoria.
    Além dos aspectos técnicos penso que seria emblemático Pernambuco criar a primeira Floresta Estadual do Nordeste, dando margem para termos pólos irradiadores, para as boas praticas de manejo florestal sustentável da Caatinga, incluindo assim o homem no processo de conservação, o que seria de grande importância para o combate a desertificação.

    Abraços.

    Francisco Barreto Campello

    ResponderExcluir
  2. Ednilza Maranhão17 de abril de 2011 12:37

    Oi Pessoal estou tão feliz que não sei o que dizer!!!!

    Dra. Ednilza Maranhão dos Santos
    UFRPE/UAST/CUSBCAA/GHUAST
    CRbio 19676/5-D
    http://lattes.cnpq.br/5812920432455297

    ResponderExcluir
  3. Todos em Pernambuco estão de parabéns com a criação dessa nova reserva
    Parabéns a vocêe a todos.
    Um abraço Pompeia Coêlho

    ResponderExcluir
  4. Parabéns a todos os amigos do Comitê de Pernambuco por essa luta e por esse avanço.



    Grande abraço,

    ResponderExcluir
  5. Fico muito feliz de saber esta noticia.
    Em araripina sertão do Araripe em 2006
    a comunidade juntoa prefeitura tentou sensibilizar
    os orgão para conseguir criar um aprque municipal
    no municipio que e regiao que sofre muita pressão
    na caatinga devido a fatores industriais do polo
    gesseiro aliado a outras pressões na vegetação
    mas nao conseguimos. O Araripe tem cidades
    somente com fragmentos e devemos voltar
    um olhar diferente para esta região para tentar
    conservar os fragmentos existentes e recuperar
    o que foi perdido.

    Serliete

    ResponderExcluir
  6. Que notícia maravilhosa!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Alô amigos(as)caatingueiros(as). Neste espaço deixem seus comentários sobre as notícias e sobre o BLOG.

Postagens mais visitadas deste blog

O risco da caatinga virar um deserto"A vegetação típica do Nordeste está literalmente sumindo do mapa

Rio São Francisco - A extinção da caatinga (ESTUDO)