Desmatamento na caatinga, uso de lenha e carvão, desertificação e mudanças climáticas. Algumas reflexões.

O ecologista Frans Pareyn, da entidade não-governamental
Associação Plantas do Nordeste (APNE) entende que o problema
não é o uso do bioma, o desastre ambiental se dá pela falta de manejo.


Neste importante artigo, o engenheiro Florestal, Frans Pareyn, da APNE - Associação Plantas do Nordeste, faz uma reflexão objetiva da situação recentemente divulgada pelo Ministro do Meio Ambiente Carlos Minc sobre o desmatamento na Caatinga: 276.300 hectares por ano.  Frans Pareyn analisa as causas e faz algumas propostas. Confira o seu artigo abaixo.
Leia também: Até 2013 indústrias deverão deixar de comprar carvão vegetal de mata nativa
e A caatinga pode ou não ser manejada com sustentabilidade?
Manejo florestal é alternativa para conservação da caatinga

Comentários

  1. Prezados

    Gostaria de parabenizar o Frans pela matéria.
    Temos que escrever e dar visibilidade a esse esforço pelo manejo florestal e demonstrar que saber usar é conservar.

    Abraços

    Francisco Campello

    ResponderExcluir
  2. Prezado Frans
    Parabéns pelo artigo.
    Gostaria de aproveitar ao amigos do comitê sobre a visita da CPRH aqui em Serra Talhada, referente a U.C., se temos alguns resultados positivos.
    Ednilza Maranhão

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Alô amigos(as)caatingueiros(as). Neste espaço deixem seus comentários sobre as notícias e sobre o BLOG.

Postagens mais visitadas deste blog

O risco da caatinga virar um deserto"A vegetação típica do Nordeste está literalmente sumindo do mapa

Rio São Francisco - A extinção da caatinga (ESTUDO)