Caatinga: o maior e mais importante ecossistema existente na Região Nordeste do Brasil

Caatinga: Foto Hugo Macedo


O bioma Caatinga é o maior e mais importante ecossistema existente na Região Nordeste do Brasil, ocupando praticamente 60% de sua área. A caatinga ocupa os estados da Bahia, Ceará, Alagoas, Sergipe, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraíba, Maranhão e o norte de Minas Gerais. Cerca de 20 milhões de pessoas vivem na região da Caatinga, em quase 800 mil km² de área. A irregularidade climática é um dos fatores que mais interferem na vida do nativo da caatinga, o chamado sertanejo.A palavra Caatinga é originária do tupi-guarani e significa mata branca (CAA-TINGA: MATA CLARA ou CAA-TINGA: MATA ABERTA).A caatinga é um bioma rico em recursos genéticos dada à sua alta biodiversidade, apresenta grande variedade de paisagens, certa riqueza biológica e endemismo. Em quase toda a área da caatinga está presente o clima quente e semi-árido. Algumas espécies procuram defender-se da seca armazenando água em seus tecidos. São predominantes o pereiro, a faveleira, a baraúna, a aroeira, o angico, a quixabeira, a oiticica, o juazeiro, o mandacaru, o facheiro, o xiquexique, o quipá, a coroa-de-frade e a macambira.Quando chega o mês de agosto, parece que a natureza morreu. Não se vêem nuvens no céu, a umidade do ar é mínima, a água chega a evaporar 7mm por dia e a temperatura do solo pode atingir 60º C. As folhas da maioria das árvores já caíram e assim, o gado e os animais nativos, como a ema, o preá, o mocó e o camaleão, começam a emagrecer. As únicas cores vivas estão nas flores douradas do cajueiro, nos cactos e juazeiros. A maioria dos rios pára de correr e as lagoas começam a secar.
A folhagem das plantas volta a brotar e fica verde nos curtos períodos de chuvas. O inverno é uma estação com chuva irregular. A paisagem muda muito rapidamente. As árvores cobrem-se de folhas e o solo fica forrado de pequenas plantas. A fauna volta a engordar. Os ecossistemas do bioma Caatinga encontram-se bastante alterados, com a substituição de espécies vegetais nativas por cultivos e pastagens. O desmatamento e as queimadas são ainda práticas comuns no preparo da terra para a agropecuária que, além de destruir a cobertura vegetal, prejudica a manutenção de populações da fauna silvestre, a qualidade da água, e o equilíbrio do clima e do solo.

Comentários

  1. Prezados,

    iniciamos em abril a elaboração de um projeto que será a continuidade das atividades do
    comitê, após importante passos que iniciamos em junho do ano passado e que na minha opinião concluímos em junho deste
    ano com a aprovação do novo regimento interno. Pronto!

    Agora iniciamos nova fase. O CERBCAA/PE está institucionalizado com a sua nova composição definida pelo decreto assinado
    pelo governador Eduardo Campos e seu novo regimento interno.

    O projeto em elaboração, que chamo de Projeto de Valorização da Caatinga, parte de dois pólos motivadores/inquietadores:


    O desconhecimento pela população, de modo geral, da importância deste bioma para nós pernambucanos, e,
    O fortalecimento do CERBCAA/PE, através da sua interiorização com a criação dos sub-comitês regionais.

    minuta deste projeto construída com a participação de membros do CERBCAA/PE (Lourinalda, Ednilza) precisa ser enriquecida.
    Temos as atividades a serem realizadas, os locais, os prazos (de setembro 09 a abril 10).

    Falta detalhar mais. Falta orçamento. Falta patrocinador(possívies patrocinadores: chesf, sectma, bnb, fundarpe). Precisamos colocar juntos, em eventos regionais, temas importantes: preservação da caatinga, educação ambiental,
    identidade cultural (valorização das manifestações culturais locais).

    Nestes eventos vamos falar de preservação (unidades de conservação, rppns, ação dos órgãos ambientais(cprh, icmbio,
    ibama)), atividades de pesquisas (universidades, embrapa), ações das ongs, manejo da caatinga, agroecologia,
    aproveitamento de produtos florestais, turismo(ecoturismo, turismo rural), artesanato, manifestações culturais(danças,
    cantadores, repentistas, cinema), etc.

    E principalmente, identificar pessoas e entidades que queiram participar regionalmente das ações do CERBCAA/PE.

    Para realizarmos este projeto precisaremos da participação de todos. Principalmente na sua execução.

    No entanto, embora tenhamos boa vontade, reconheço que não temos tempo para nos dedicarmos a elaboração e execução deste projeto.

    Por isto, hoje dei um passo que considero importante para a conclusão e execução deste projeto. Entrei em contato com
    uma entidade que pode fazer este projeto e realizá-lo. Não quer dizer que o Comitê ficará de fora ou a margem do projeto.
    Não, vamos participar e proporcionar espaço para que todas entidades componentes do comitê, atuem na sua realização.
    O CERBCAA/PE será o promotor deste projeto e teremos uma entidade executora(paga por patrocinador).

    Na verdade, penso na profisionalização deste projeto, que se consubstancia na escolha de uma empresa que faça o projeto
    a partir da nossa contribuição inicial (a minuta que citei acima) e da nossa participação na sua execução.

    Bem, por enquanto, é isto que tenho a informar.
    Espero ter mais informações em breve e contar com a colaboração de todos.

    Elcio Barros
    Coord. Geral do CERBCAA/PE

    ResponderExcluir
  2. Ricardo Alves - Picos (PI)27 de julho de 2009 16:42

    Apesar de ocupar 11% do território brasileiro, o bioma caatinga não está nos planos dos políticos nem traz votos nas eleições. Devido à nossa equivocada tendência de considerar este ecossistema pobre e de pouca importância biológica e financeira, nada tem sido feito para frear a sua destruição. Assim como o cerrado, a destruição da caatinga deixará como herança o deserto, então o sertão nordestino terá o seu status rebaixado de semi-árido para clima desértico. Estamos plantando hoje a semente dos futuros desertos brasileiros que ocuparão quase 40% do território nacional.

    ResponderExcluir
  3. Achei super 10!!!!!!!
    Continuem assim!!!
    me ajudou em mts coisas para trabalhos..
    rsrs
    adorei..
    ushuahsuahsuahs
    so acho q deveria ter noticias um pouco + atualizadas...

    ResponderExcluir
  4. Na verdade Caatinga significa mata branca.
    Caa:do tupi=mata
    Tinga:do tupi=branca
    Formando MATA BRANCA.
    Anna Mayze

    ResponderExcluir
  5. nossa e grande o texto mais e o mais interessante que eu ja vi parabeis

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Alô amigos(as)caatingueiros(as). Neste espaço deixem seus comentários sobre as notícias e sobre o BLOG.

Postagens mais visitadas deste blog

O risco da caatinga virar um deserto"A vegetação típica do Nordeste está literalmente sumindo do mapa

Rio São Francisco - A extinção da caatinga (ESTUDO)