Hoje é o Dia da Caatinga: patrimônio brasileiro ameaçado.

Dia da Caatinga - (Foto: Evane Manço / Sectma)


O Dia da Caatinga foi determinado por decreto presidencial, assinado no ano de 2003, que homenageia o ambientalista e pesquisador da UFRPE João Vasconcelos Sobrinho (1908-1989), pioneiro na área dos estudos ambientais no Brasil e considerado uma das maiores autoridades em ecologia da América Latina.
Hoje (28), a partir das 08:30h no Auditório do Espaço Ciência, Complexo de Salgadinho em Olinda (PE), o Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Caatinga - CERBCAA/PE realiza com o apoio da SECTMA e APNE e patrocínio do Banco do Nordeste, uma homenagem ao Dia Nacional da Caatinga, com o tema "Mudanças Climáticas e Bioma Caatinga".  O evento é aberto ao público.

Ontem (27), Petrolina homenageou antecipadamente o Dia da Caatinga, que será comemorado oficialmente hoje (28). O evento aconteceu no Sesc Petrolina, das 8h até as 18h, e envolveu acontecimentos paralelos no salão de festas e no auditório, com o tema Bioma Caatinga Ser Tão Lindo.
Foram realizadas palestras, filmes, exposições temáticas com a arte da caatinga através das mulheres rendeiras e fuxiqueiras e as roupas da grife Sertão Linda. Segundo a promotora Ana Rúbia, uma das realizadoras do evento, “a Sertão Linda envia peças de roupas para São Paulo, e nós não conhecemos esta riqueza cultural”, destacou na segunda-feira (26) no programa Carlos Britto no Ar, na Grande Rio AM.
A representante do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Caatinga - CNRBCAA, Alexandrina Sobreira de  Moura, também participou do programa e afirmou: “É um privilégio ser caatingueiro, por isso é necessário explorar a potencialidade cultural do artesanato proporcionado pela caatinga. Assim como se faz necessário discutirmos o manejo sustentável deste bioma através da educação tecnoambienal com a população”.
A caatinga é um bioma exclusivo do Brasil e, de acordo com Ana Rúbia, eventos como este colaboram para que as pessoas entendam que é necessário “o desenvolvimento sustentável deste bioma, para que haja um crescimento de forma ordenável e sem degradação”, salientou. Ainda segundo a promotora, a devastação da caatinga preocupa. “O Araripe é nossa maior chaga ambiental. Nessa região são explorados por dia cerca de 80 hectares de caatinga para as fábricas de gesso”.
Durante as comemorações também serão expostos e vendidos produtos agroecológicos. De acordo com Alexandrina esta exposição não só contempla a caatinga, como também o Rio São Francisco.
(Fonte: Blog de Carlos Britto)


Hoje (28/4) é comemorado o Dia da Caatinga. O bioma ocupa cerca de 11% do país e está presente em 10 estados brasileiros. Para preservar a área, está sendo elaborado um Plano de Ação Interministerial para Prevenção e Controle do Desmatamento.

Leia também: Dia Nacional da Caatinga é comemorado no Espaço Ciência
Hoje é o Dia da Caatinga

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O risco da caatinga virar um deserto"A vegetação típica do Nordeste está literalmente sumindo do mapa

Rio São Francisco - A extinção da caatinga (ESTUDO)