Parque Nacional da Capivara na Caatinga do Piauí: um dos mais ricos parques arqueológicos



O Parque Nacional Serra da Capivara foi criado em 1979 para proteger a área que abriga um dos mais ricos parques arqueológicos do mundo. Localizado no Estado do Piauí, o Parque guarda registros da ocupação humana que datam de 50 mil anos. Uma série de pinturas rupestres mostra como eram os hábitos e costumes dos homens primitivos.
Devido à sua importância histórica, o Parque Nacional da Serra da Capivara faz parte do Patrimônio Cultural Mundial, título concedido pela Unesco, desde 1991. Além da riqueza arqueológica, também tem formações vegetais e geológicas de grande beleza.
Fauna
A fauna do parque é formada principalmente por espécies do cerrado, como macacos, morcegos, tatus e veados, além de outras como onça pintada, tatu-bola, tamanduá-bandeira. Entre as aves figuram 208 espécies, entre elas o jacu e a codorniz.
Flora
A caatinga é a vegetação típica do Parque, que guarda formações vegetais características da zona semi-árida do Nordeste.
Atrações
O percurso aberto ao público é formado por 22 sítios arqueológicos preparados para visitação. Todos contam com escadas de acesso, passarelas e sinalização.
Localização e acessos
O Parque fica ao sudeste do Estado do Piauí, nos municípios de Coronel José Dias, São Raimundo Nonato, São João do Piauí e João Costa. O acesso é feito através da BR-343 até a cidade de Floriano, seguindo pela PI-140 até São Raimundo Nonato.
Para quem vem do sul do país, uma boa opção é ir por Petrolina/PE (300 Km de São Raimundo Nonato). As cidades mais próximas são Coronel Dias e São Raimundo Nonato.
Área
100 mil ha
Temperatura Média Anual
25°
Infra-estrutura
Está aberto diariamente de 7h às 17hs, durante o ano inteiro. O valor do ingresso é R$ 3 por pessoa. O Parque tem Centro de Visitantes, auditório, lanchonete e sinalizações. Para quem pretende se hospedar na região, a cidade com melhor infra-estrutura é São Raimundo Nonato, a 40km do parque, onde há opção de camping no Museu do Homem Americano, além de hotéis e restaurantes simples. (Fonte: Ana Karla Rodrigues - 360graus)




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O risco da caatinga virar um deserto"A vegetação típica do Nordeste está literalmente sumindo do mapa

Rio São Francisco - A extinção da caatinga (ESTUDO)